Queima de verão de moda praia!

Fashion Revolution

Você sabe quem faz suas roupas? De qual material são feitas e de onde veio? Qual impacto que ela gerou no meio ambiente? As pessoas que a fizeram recebem salários dignos? Espalhado pelas redes sociais, o Fashion Revolution promove uma campanha em diferentes países com as hastags #fashrev#whomademyclothes e #quemfezminhasroupas para aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu real impacto. Antes de chegar aos nossos guarda-roupas, as roupas passam por fazendeiros, fiandeiros, tecelões, tintureiros e muitas outras pessoas. Mais de 75 milhões de pessoas trabalham nesta indústria, e 80% dessas pessoas são mulheres com idades entre 18 e 35 anos. O problema é que as marcas de moda, buscando economizar, transferem suas fábricas para países pobres e pagam a seus funcionários poucos por dia, muitos em trabalhos escravos.

A britânica Carry Somers  e a italiana Orsola de Castro se juntaram e criaram o Fashion Revolution como uma dessas iniciativas. O movimento cresceu e hoje está em mais de 90 países e 30 cidades pelo Brasil. Durante a Fashion Revolution Week são organizados vários eventos, online e offline, de conscientização e engajamento, envolvendo não só quem trabalha na área de moda, mas a sociedade como um todo.

Nós da Niara acreditamos que o tema de uma moda consciente é muito importante para um mundo melhor e mais justo. Para mudar os hábitos de compras precisamos mudar nossa forma de olhar para as pessoas que fazem nossas roupas. Precisamos mudar a maneira que a indústria da moda interfere no meio ambiente e no tipo de trabalho contratado. Nossos fornecedores e fornecedoras são cuidadosamente selecionados para que possamos criar laços, conhecendo-os como indivíduos, nosso objetivo é crescer e levar nossas parcerias conosco, fortalecendo os talentos, dando oportunidades e visibilidade.